Brilha Diana

Brilha Diana Incapaz de reluzir como tua formosa luz é o ouro mais brilhante. O mais fantástico carnaval não impressiona como teu corpo, ó celeste. Vistosa Lua, que espetáculo protagonizas no céu desta noite? Diana, és tão doce deusa. Reges os oceanos de meu coração gravita, força e atrai minha paixão instiga a forma do […]

Leia Mais "Brilha Diana"

Marcas-me

Marcas-me. Apenas sabes pouco sobre o que fazes comigo, e só sabes porque te digo, ainda que embaraçado, por medo de te repelir. Também, ainda que legitimamente receoso em ser plenamente sincero contigo, minha paixão, quero dizer-te como você me marcou. Em meu peitoral direito descansa a rubra e funda marca em minha pele, originada […]

Leia Mais "Marcas-me"

Meu Direito Mais Cinza

Meu Direito Mais Cinza. Indago-me sobre a necessidade de estar feliz, Sobre a necessidade do esforço para escapar Do conforto gélido da tristeza mais pálida. Ora, há problema em querer estar triste?  Me afaga a criatura mórbida da melancolia, Fazendo-me conseguir questionar a respeito Da finalidade de estar bem comigo mesmo. E se eu simplesmente […]

Leia Mais "Meu Direito Mais Cinza"

A intenção de L. E. Farias

Ora, o que seria de nós, pífios seres humanos, sem as peculiaridades e excentricidades presentes naquilo que sentimos, pensamos, dizemos e criamos? Seríamos algo além de máquinas biomecânicas especialistas em sobrevivência e adaptação? Sinceramente, eu creio que seríamos menos que isso.

Leia Mais "A intenção de L. E. Farias"